Veja porque Richa deve ficar no governo

quarta-feira, 24 de janeiro de 2018

Veja porque Richa deve ficar no governo

Foto: Richa e Alckmin(reprodução)
por: Pedro Ribeiro-Paraná Portal
 
Por que Beto Richa resolveu abrir o jogo e afirmar que permanecerá no governo até o final de seu mandato? Neste momento, são várias as hipóteses que o levaram a esta decisão, a começar pelo bom momento em que seu governo está passando, colhendo os frutos que plantou ao longo de seis ou sete anos. Outra vertente é a de que Richa pode ter recebido pedido da direção nacional do partido, o PSDB, para dar palanque ao candidato Geraldo Alckmin. Se sair do governo em abril, os tucanos ficam sem uma grande liderança no Paraná.

A decisão de Richa, no entanto, não poderia ser individual, ou pessoal, mas com respaldo e é o que vem acontecendo como, por exemplo, o manifesto de cinco ou seis partidos – não recebi, mas li em jornais – da base aliada do governo na Assembleia Legislativa, pedindo sua permanência. É claro que deve ter sido iniciativa do presidente da casa, deputado Ademar Traiano. Com isso, Richa atenderia, também, apelo de parceiros, aliados e do seu próprio grupo político.

Richa deve ter, também, um plano b para seu futuro político e isto deve passar por decisões judiciais e foro privilegiado. Se permanecer no governo, poderá ampliar ainda mais sua base política junto a prefeitos e, como disse, levantar a candidatura Alckmim no Sul como possível coordenador. Dependendo de seu sucesso, certamente seria indicado a um Ministério, caso haja acordo com o PSDB em um provável segundo turno, sem Lula.

Ainda, se continuar no governo e fazer seu sucessor, seja Cida Borghetti ou Ratinho Junior, Richa poderia ser indicado, pelo Governo do Paraná, a um ministério ou mesmo a presidência de uma empresa do porte da Itaipu. E, por último, elegeria o filho Marcelo Richa a deputado estadual e, quem sabe a secretário com pasta de visibilidade como a Sedu, preparando o jovem para a vida política.

Bem, se tudo der certo, poderá voltar daqui há quatro anos. Portanto, o Senado, neste momento, não seria interessante ao governador.

« Inscrições para a II Feira de Negócios serão realizadas através do site da ACIG

Associativismo e Modernização Trabalhista mobilizam contadores em todo o PR »

Deixe seu comentário:

Nome

E-Mail

Comentários