Golpe do orçamento Secreto: veja como cada parlamentar paranaense votou

Senadores e deputado federais votaram e aprovaram este projeto, sendo que na Câmara passou por 268 votos a 31 e no Senado por 34 x 32.

01/12/2021 15H35

foto: reprodução/Assessoria

A noite da última segunda-feira, 29, foi a data escolhida para mais uma votação polêmica no congresso nacional. O projeto que altera as regras das emendas de relator, o conhecido “orçamento secreto”, esteve em pauta.

Senadores e deputado federais votaram e aprovaram este projeto, sendo que na Câmara passou por 268 votos a 31 e no Senado por 34 x 32.

De acordo com o texto do projeto, as indicações e solicitações feitas ao relator-geral devem agora ser fundamentadas e publicadas pela internet no site da Comissão Mista de Orçamento. Mas a norma só vai valer para os recursos que ainda não foram liberados, em outras palavras, não retroage.

Conheça agora como foi o voto dos paranaenses neste “golpe do orçamento secreto”: 

Lembrando que os nomes que não aparecem na lista decidiram pela obstrução ou não participaram da votação.

Na câmara:

VOTOU SIM para o golpe do orçamento secreto:

Aline Sleutjes (PSL-PR)

Christiane de Souza Yared (PL-PR)

Evandro Roman (PATRIOTA-PR)

Felipe Francischini (PSL-PR)

Filipe Barros (PSL-PR)

Giacobo (PL-PR)

Hermes Parcianello - FRANGÃO (MDB-PR)

Luciano Ducci (PSB-PR)

Luisa Canziani (PTB-PR)

Luizão Goulart (REPUBLICANOS-PR)

Osmar Serraglio (PP-PR)

Paulo Eduardo Martins (PSC-PR)

Pedro Lupion (DEM-PR)

Reinhold Stephanes Junior (PSD-PR)

Sergio Souza (MDB-PR)

Toninho Wandscheer (PROS-PR)

Vermelho (PSD-PR)

VOU NÃO para o golpe do orçamento secreto:

Diego Garcia (PODEMOS-PR)

Rubens Bueno (CIDADANIA-PR)

Senado:

VOTOU NÃO para o golpe do orçamento secreto:

Alvaro Dias (PODEMOS-PR)

Flávio Arns (PODEMOS-PR)

Oriovisto Guimarães (PODEMOS-PR)

Veja Mais