Ensino Remoto: Entrega de Materiais educativos inicia em Escolas Municipais

Prefeitura de Guarapuava, através da Secretaria de Educação e Cultura, trabalha para que os alunos não percam os vínculos com a escola e com os professores durante o período de distanciamento social causado pela pandemia.

22/05/2020 07H50

Foto: Secom/Prefeitura de Guarapuava

A qualidade de ensino é uma prioridade de longa data da gestão municipal. E é por isso que a Prefeitura de Guarapuava, através da Secretaria de Educação e Cultura, trabalha para que os alunos não percam os vínculos com a escola e com os professores durante o período de distanciamento social causado pela pandemia. “Vamos assegurar que nossos alunos aprendam mesmo com a pandemia. Não vamos matar conteúdo, não vamos dar online de temas difíceis e considerar aulas dadas porque sabemos que isso pode prejudicar o aprendizado e o entendimento dos alunos no futuro. A prioridade máxima é manter o vínculo dos alunos com a escola nesse momento e depois repor as aulas para garantir que as crianças aprendam os conteúdos com qualidade”, afirmou o prefeito Cesar Silvestri Filho.

Conforme a secretária de Educação e Cultura, Doraci Senger Luy, professores da rede municipal prepararam conteúdos complementares que serão repassados aos pais por meio digital, através de redes sociais e aulas gravadas em vídeo. Para aqueles que têm dificuldade de acesso à internet de qualidade e/ou aos meios digitais, a Secretaria Municipal iniciou hoje (21), a entrega de materiais educativos.


Foto: Secom/Prefeitura deGuarapuava

“Os professores prepararam, com muito carinho, as atividades para as famílias. Os pais já estão sendo contatados para que busquem os materiais impressos. Para famílias que não tenham condições de buscar o material na escola, estamos disponibilizando os telefones 3621-3146 e 3621-3053 para que esses pais ou responsáveis nos informem a impossibilidade. Assim, providenciaremos a entrega dos materiais em casa”, explicou a secretária.

Para a educação infantil, estão sendo produzidos roteiros de vivências familiares, ou seja, materiais para que a família faça as atividades junto com as crianças, incluindo contação de história, musicalização e outras atividades complementares. Já do primeiro ao quinto ano, serão trabalhados conteúdos onde os professores seguirão um cronograma, respeitando o escalonamento de anos e professores. As aulas gravadas serão exibidas pelo canal aberto de televisão 12.2.

COMO COLOCAR AS ATIVIDADES EM PRÁTICA?

Os pais receberão um roteiro explicativo com o passo a passo das atividades, por isso é importante que os responsáveis fiquem atentos às datas para a retirada e devolução dos materiais impressos. Após a retirada dos materiais, a família terá 10 dias para fazer as atividades, podendo assim, adequá-las dentro das possibilidades de rotina de cada família.

“Queremos pedir a compreensão dos pais. Sabemos que eles não são professores, por isso, vai um roteiro bem explicativo, com o passo a passo da atividade a ser feita. Não deixaremos nenhum aluno sem atendimento. A educação é um direito de todos, por isso, os alunos serão alcançados com as ferramentas que estamos disponibilizando. Temos certeza que faremos condições para que no retorno das atividades presenciais, os alunos estejam a todo vapor”, destacou a secretária.

AVALIAÇÕES

As aulas não serão cobradas como avaliações, mas sim como atividades complementares. O objetivo é preservar o vínculo das crianças com os professores e as escolas, dando aos alunos condições de ter um desenvolvimento completo no retorno das aulas.