Centro Universitário Internacional Uninter promoveu o “Centenário de Paulo Freire”

O mês de setembro foi muito especial a todos os envolvidos com a educação, pois esse ano comemoramos o centenário de Paulo Freire, nosso patrono da educação brasileira

06/10/2021 19H25

foto: reprodução/Assessoria

O mês de setembro foi muito especial a todos os envolvidos com a educação, pois esse ano comemoramos o centenário de Paulo Freire, nosso patrono da educação brasileira, o qual nos deixou um grande legado de compromisso com a educação, que visa a libertação do ser humano, tendo o diálogo como base na relação pedagógica entre educadores e educandos que aprendem juntos, mediatizados pelo mundo, como ele enfatizava.

Consonante a isso, a Área da Educação da Escola de Educação do Centro Universitário Internacional Uninter promoveu o “Centenário de Paulo Freire”, pois em um mês tão importante não poderíamos deixar de comemorar em um evento especial para discutir com toda a comunidade acadêmica esse educador reconhecido internacionalmente e que tanto nos ensinou sobre educação. O evento teve duração de dois dias.

No primeiro dia, 13 de setembro, tivemos a abertura do evento com as professoras Me. Vanessa Queirós Alves e Drª Kellin M. Inocêncio, iniciando com um pensamento de Freire sobre o esperançar, entendendo que “Esperançar é se levantar, esperançar é ir atrás, esperançar é não desistir”. Depois tivemos a participação da nossa coordenadora da área de educação profª Drª. Gisele do Rocio Cordeiro, que acolheu a todos com grande alegria e destacou em sua fala que Paulo Freire é o grande mentor da educação, um dos mais célebres educadores do mundo.


 Posteriormente tivemos a participação da nossa diretora da Escola Superior de Educação, profª Drª. Dinamara Pereira Machado que ressaltou que “comemorar 100 anos de nascimento de Paulo Freire, demonstra o compromisso em analisar seus princípios de tempo, de espaços, de discursos, de práticas e de posicionamentos políticos, sociais e educacionais. Quando na ousadia buscamos por Freire estamos na eminência de descobrirmos para além do método, mas uma forma de conceber nossa vida em sociedade, de estabelecer o diálogo como elemento fundamental para o estabelecimento da liberdade. Estar na sombra da mangueira freiriano, significa compreender que para transformar é preciso ocupar diferentes espaços”.

A mesa-redonda desse dia teve como tema “A conscientização social a partir da ótica Freireana, com a participação do prof. Me. Ivanio Dickmann; profª Drª Elisiani Tiepolo e profº Dr. Luis Fernando Lopes. Nesse dia ainda tivemos um momento cultural muito especial com o Instituto de Música e Artes (IMA- uma, entidade beneficente de assistência social)  que abrilhantou a noite com canções, entre elas, a “Aquarela” de Toquinho e “ Amigos para sempre”, ressaltando a importância do educador e do caminhar juntos no processo de diálogo.

No segundo bloco do dia tivemos a participação da profª Me. Gabriela Ribeiro de Campos que apresentou algumas obras de Freire, com destaque para o livro: “Pedagogia do Oprimido.

No segundo dia 14 de setembro, tivemos a mesa-redonda com o tema: Paulo Freire e o século XXI: implicações para a educação contemporânea, com os professores convidados: Me. Ednilson Cunico, Drª Débora Quetti Marques de Souza, Drª Marcia Mocellin e Drº Celio Rodrigues Leite que trouxeram preciosas contribuições para a compreensão do pensamento de Paulo Freire e suas representações no mundo.  No momento cultural desse dia tivemos um cordel com a profª Fernanda Gusso e por fim um momento de experiências culturais, trazendo a vivência e trajetória de duas estudantes nossas do EaD, do polo Uninter Taubaté: Patrícia Leite e Vânia Maria Alvarenga Martelozzo.

Foram dias de grandes trocas significativas e aprendizados, profº Me. Ednilson destaca queCom muita alegria participei do evento promovido pelo curso de Pedagogia do Centro Universitário Uninter, que lembra o centenário do Patrono da Educação Brasileira, Paulo Freire! Reconhecido internacionalmente, tem o seu primeiro livro “Pedagogia do Oprimido” traduzido em pelo menos 20 línguas diferentes. Em sua vasta obra nos aponta caminhos de como superar uma educação “bancária” e promovermos uma educação “libertadora”. Sua defesa é por uma educação que além conscientizar nos coloque como seres transformadores da nossa própria realidade. O Diálogo é um dos conceitos basilares de sua obra. Por todo legado deixado é de suma importância conhecer sua obra”!

 A profª Drª Marcia complementa que “Paulo Freire é motivo de reflexão continuamente. A UNINTER, está de parabéns por proporcionar a prática do diálogo em torno desse nome da Educação Brasileira. A criticidade e a produção da autonomia pela educação libertadora são os caminhos para a vida digna. Me sinto feliz pela oportunidade de discussão”. A professora Drª Debora comenta que “estar presente em um evento desse porte, discutindo a temática do centenário de Paulo Freire, é muito significativo para mim como educadora e pesquisadora em educação! Estudar, analisar e debater as ações, práticas, escritos e perspectivas freireanas, é adotar uma opção política de educação crítica, que se compromete com a justiça social, com a solidariedade, com a comunidade, com a gestão democrática. Parabenizo a UNINTER por possibilitar a disseminação do conhecimento científico que parte de uma educação libertadora, humana, ética e democrática, indispensável e necessária à formação de todo e qualquer profissional.

Por fim, o profº Dr. Célio aponta que: “Participar do evento comemorativo aos 100 anos do nascimento de Paulo Freire, promovido pela Uninter foi a oportunidade de aprender um pouco mais sobre nosso patrono da educação brasileira.  Pôr em prática o pensamento freiriano e possibilitar que as pessoas possam compreender o quanto a obra de Paulo Freire contribui para a formação dos nossos jovens e principalmente dos acadêmicos das licenciaturas, para que sejam capazes de ser verdadeiros agentes de transformação”.

            Nosso chat, da mesma maneira, foi recheado de elogios e depoimentos o que tornou o momento ainda mais rico, entre eles a da estudante Cynthia Rosa , a qual comenta que:O diálogo é conceito fundamental em Paulo Freire, que propõe uma atualização no conceito ao propor a ideia de DialogAção, o diálogo que se encarna na ação no mundo, nas proposições de intervenção”. E ainda de Joice que comenta “Estou com orgulho de fazer parte do Centro Universitário que promove essas conversas, parabéns a quem está na tela e no chat!” Por fim, destacamos o comentário da estudante Virginia que ressalta que: “conhecimento é sempre bom, estudar sobre Paulo Freire é significativo. Parabéns, Uninter por esse belo trabalho. 

            Dessa forma, finalizamos o evento com muita alegria e renovada esperança, pois “esperançar-se é juntar-se com outros para fazer de outro jeito” (Paulo Freire).

            O evento pode ser revisto nos links abaixo:

 

1º dia- https://www.youtube.com/watch?v=T-xpVT2vuFU&t=4961s

2º dia- https://www.youtube.com/watch?v=z0tIB8EmQo0&t=6496s

Veja Mais