• Caminhoneiros se mobilizam para nova paralisação

    http://26.mktid8.com/recursos/6c9d7190f4ad5b26e0e0f5284f215bbb/Image/.639aa504087382e13d99921d52f5420e/580px_e5c967a223b0ad809638.jpeg

    O governo acompanha atentamente as primeiras movimentações de caminhoneiros no País, que ameaçavam dar início a nova paralisação. A classe entende que os principais compromissos assumidos pelo governo Michel Temer no ano passado não estão sendo cumpridos. As informações são da Istoé.

    Os monitoramentos são feitos pelo Gabinete de Segurança Institucional (GSI), que tem por missão se antecipar aos fatos para evitar problemas para o governo. As investigações apontam que teve início uma articulação por meio de mensagens de WhatsApp, que já começam a falar em paralisações para o dia 30 de março. O governo quer evitar, a todo custo, que qualquer tipo de paralisação aconteça. Não quer, nem de longe, imaginar que pode enfrentar o mesmo problema que parou o País no ano passado.

    Os primeiros dados são de que, neste momento, o movimento não tem a mesma força percebida no [ veja mais ]
    Comentários: (0)

  • Curto em ar-condicionado causou fogo que destruiu Museu Nacional, diz perícia

    Peritos perceberam que um primeiro sinal de fumaça foi visto em uma sala no segundo andar do prédio onde ficava reprodução do esqueleto do dinossauro Maxakalisaurus topai. Até o momento, não há nenhum indício de ação criminosa

    Laudo pericial produzido pela Polícia Federal aponta que um curto-circuito causado pelo superaquecimento em um aparelho de ar-condicionado foi a causa do incêndio no Museu Nacional, no Rio, em setembro. O fogo destruiu a maior parte do acervo de 12 mil itens, incluindo o crânio de Luzia. O fóssil, de 12 mil anos, é um dos mais antigos das Américas e mudou as teorias sobre o povoamento do continente. A investigação, até o momento, descarta incêndio criminoso. As informações são do Estadão.

    O Estado teve acesso a trechos do laudo que será um dos elementos que a PF vai levar em consideração para concluir o inquérito aberto sobre o caso. A expectativa é de que o relatório final seja entregue em até duas semanas. Além do laudo, o delegado responsável pela apuração levará em consideração outros tipos de provas colhidas, como depoimentos. 

    Para investigar os motivos do incêndio, a PF desi [ veja mais ]
    Comentários: (0)

  • Comunicado da Setran Guarapuava

    Foto: Airson Horst/Secretário de Trânsito e Transportes

    A Setran – Secretaria Municipal de Trânsito e Transportes informa que a partir do dia 25/03/19 (segunda-feira), haverá fechamento parcial (meia pista), da Av. Pref. Moacir Júlio Silvestri, entre os números 3928 a 3960, no pontilhão da passagem do trem da concessionária Rumo, das 08h00 as 18h00.

    O fechamento ocorrerá por um período estimado de 30 dias ininterruptos, para obras de recuperação, manutenção corretiva do local e reforço da estrutura, devido a colisão de um caminhão com a base metálica do viaduto.

    [ veja mais ]
    Comentários: (0)
  • Dia Mundial da Água

    Mais de 2 bilhões de pessoas no mundo são privadas do direito à água

    Acesso a água potável e saneamento é tema de relatório da ONU. Foto: Vicki Francis/Departamento para o Desenvolvimento Internacional do Reino Unido (DFID)

    O acesso à água e ao saneamento é reconhecido internacionalmente como um direito humano. Ainda assim, mais de 2 bilhões de pessoas não dispõem dos serviços mais básicos.

    O último Relatório Mundial das Nações Unidas sobre Desenvolvimento dos Recursos Hídricos, intitulado “Não deixar ninguém para trás”, explora os sinais de exclusão e investiga formas de superar as desigualdades.

    O documento foi lançado nesta terça-feira (19), em Genebra, na Suíça, durante a 40ª Sessão do Conselho de Direitos Humanos, antes do Dia Mundial da Água, celebrado anualmente no em 22 de mar&cce [ veja mais ]
    Comentários: (0)

  • MEC prioriza método fônico em projeto para alfabetização

    Foto: Ministro da Educação/Ricardo Vélez Rodríguez

    Texto é preliminar; ministério pode condicionar assistência financeira a adesão

    A minuta do decreto da nova Política Nacional de Alfabetização do governo Jair Bolsonaro (PSL) preconiza a adoção de apenas um método de alfabetização, o chamado fônico, e a participação das famílias no processo. O texto, ainda preliminar, não detalha as ações do pacote e como será a implementação. As informações são da Folha de S.Paulo.

    A equipe do ministro Ricardo Vélez Rodríguez finalizou a minuta e faz ajustes no texto já em conversas com a Casa Civil, onde o documento chegou no fim do mês passado.

    O tema é uma das metas do governo para seus cem primeiros dias, e apesar da minuta, o MEC registra atrasos em ações que preocupam os atores do sistema educacional.

    O decreto, ao qual a Folha teve acesso, indica a predominância do chamado método fônico (que concentra atenção na relação entre letras e sons para depois chegar à leitura).

    Os programas e ações deverão ser fundamentados em cinc [ veja mais ]
    Comentários: (0)